Agetransp abre processo regulatório para apurar incidente no Metrô

JB Online

RIO DE JANEIRO - O Conselho Diretor da Agetransp decidiu, em reunião interna, realizada nesta terça-feira, abrir processo regulatório para apurar as causas do incidente ocorrido nessa segunda, quando um problema no sistema de ar comprimido parou uma composição do Metrô que seguia de Pavuna para Botafogo, entre as estações Central e São Cristovão, as 8h45. Pela manhã, a concessionária chegou reativar a baldeação na Estação Estácio.

Segundo informações do Metrô Rio, o problema gerou atrasos de cerca de 10 minutos na circulação dos trens, que foi normalizada por volta dás 9h15.

Este é o quarto processo regulatório aberto pela Agetransp para apurar falhas na Linha 1A, desde sua inauguração em 21 de dezembro último. Também foi aberto processo para apurar denúncias do Sindicato dos Metroviários sobre demissões de trabalhadores do setor.

Em relação à volta do horário noturno do serviço de transporte aquaviário, a Agetransp aguarda a publicação da deliberação no Diário Oficial e a posição de Barcas S/A que deve entrar com recurso.