Chegam ao Rio 12 sobreviventes de naufrágio de veleiro canadense

Mariana Canedo , Portal Terra

RIO - Chegaram por volta das 10h50 da manhã deste sábado no Rio de Janeiro 12 pessoas que foram resgatadas do Navio Veleiro Concórdia, que transportava 64 pessoas que saíram do Canadá, e que naufragou na última quinta-feira à noite, quando navegava a cerca de 480 km do litoral do Rio.

Onze pasageiros e o comandante da embarcação foram os primeiros a chegar em solo brasileiro. Esta prevista para o começo da tarde a chegada dos outros 52 resgatados em dois navios.

O embaixador do Canadá no País, Paul Hunt, estava presente ao desembarque, na base naval do Rio de Janeiro, e disse que os primeiros canadenses devem retornar ao país de origem neste domingo.

O acidente

O Navio Veleiro Concórdia, pertencente à West Island College International do Canadá, estava realizando a travessia de Recife (PE) para Montevidéu, no Uruguai, tendo partido dia 8 de fevereiro com previsão de chegada para o dia 23. Segundo um tripulante, durante a travessia o navio enfrentou fortes ventos.

Segundo o Comando do 1º Distrito Naval, o sinal de emergência acionado pela embarcação em perigo foi captado por volta das 17h de quinta. O Comando do 1º Distrito Naval pediu que a Aeronáutica enviasse uma aeronave para investigar o pedido de socorro.

Por volta das 20h de quinta-feira, uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) localizou uma balsa salva-vidas com pessoas nas proximidades do local onde foi detectada a emissão de um sinal de emergência. Determinou-se, então, que três navios mercantes (Hokuetsu Delight, Cristal Pionner e SE Stao Knutsen) que navegavam próximo à área fossem ao encontro da balsa. O primeiro navio, que navega à velocidade de 30 km/h, chegou apenas às 3h de sexta. Mas a escuridão, os ventos fortes e o mar revolto fizeram com que a operação de resgate dos náufragos só fosse iniciada às 7h.

A Marinha enviou a fragata Constituição, que tem uma aeronave a bordo, para prosseguir com as buscas - e levou cerca de 12 horas para chegar ao local. Também foram auxiliar nas buscas o rebocador de alto-mar Almirante Guillobel e um avião Hercules, C-130, que a Aeronáutica mantém nas buscas. Às 9h de sexta-feira, a fragata Liberal partiu para ajudar nas operações de busca e resgate dos náufragos.