Operação Lei Seca: número de vítimas no trânsito cai 26,9% em dezembro

JB Online

RIO - A Operação Lei Seca fechou 2009 com um saldo de mais de 3.700 vidas salvas no trânsito da cidade do Rio de Janeiro. Em dezembro, nove meses após o início da campanha, 421 pessoas deixaram de ser vitimadas na capital, em comparação com o mesmo período de 2008. No mês passado, foram contabilizados 1.146 feridos no trânsito, contra 1.567 em dezembro do ano anterior uma queda de 26,9%, de acordo com dados do Grupamento de Socorro de Emergência (GSE), do Corpo de Bombeiros.

- São milhares de pessoas que deixaram de sofrer ferimentos, mutilações e até morrer nesse período. É gratificante saber que evitamos o sofrimento de tantas pessoas e de suas famílias. Tem ainda a questão econômica. Segundo o Ministério dos Transportes, um ferido no trânsito custa cerca de R$ 40 mil. Portanto, no Rio, desde o início da Operação Lei Seca quase R$ 150 milhões deixaram de ser gastos com despesas médico-hospitalares, judiciais e previdenciárias, dentre outras - afirma o subsecretário de Estado de Governo e coordenador-geral da Operação Lei Seca, Carlos Alberto Lopes.

Desde o início da operação, lançada em 19 de março de 2009 pela Secretaria de Estado de Governo, até a madrugada desta sexta-feira, 134.036 motoristas foram abordados em blitzes, 26.588 deles receberam multas e 8.605 veículos foram rebocados. No mesmo período, 10.740 carteiras de habilitação foram recolhidas e os agentes realizaram 126.015 testes com etilômetro. Foram aplicadas 1.892 sanções administrativas e 658 criminais.

Em 2009, após o início da Operação Lei Seca, todos os meses registraram queda no número de vítimas de trânsito da capital, em comparação com 2008. Em novembro, a redução foi de 29,4%; em outubro, 26,7%; em setembro, 27,2% e em agosto, a queda foi de 23,3%. No mês de julho, foram menos 20,6%; em junho, a diminuição ficou em 25,6%; em maio, 36,2%; e em abril, menos 23,6%. De 19 de março a 19 de abril período que compreende o primeiro mês da Operação , o número de vítimas registrou queda de 19%.