Operação da PRF registra 50% menos mortes em rodovias federais no Rio

JB Online

RIO DE JANEIRO - A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou na manhã desta segunda-feira (28) os dados estatísticos do feriadão de Natal nas rodovias federais fluminenses. Entre os dias 21 e 27 de dezembro foram contabilizados 291 acidentes, com 135 pessoas feridas e 7 mortos.

A análise dos números revela que as rodovias ficaram menos violentas durante o feriadão de Natal, quando comparados com os dez primeiros dias da Operação Fim de Ano 2009. Houve redução da ordem de 26% nos números de acidentes, 15% menos registros de feridos e a maior redução, 53% menos mortes nas rodovias federais fluminenses. Durante os dez primeiros dias da Operação Fim de Ano foram registrados 395 acidentes, com 159 feridos e 15 mortes. Na comparação com feriadão do Natal em 2008, os dados também são positivos, pois a redução no número de mortes permanece no patamar dos 50%.

Nos sete dias de operação, a PRF fiscalizou cerca de 9.797 veículos e autuou 2.230 motoristas por infrações de trânsito diversas. O combate a embriaguez foi mantido durante as festividades natalinas. No período foram realizados cerca de 3.000 testes com etilômetros. E o número de flagrantes de embriaguez ao volante aumentou em relação ao primeiro período da operação. Foram 10 flagrantes com seis prisões contra 5 e 4 respectivamente nos dez dias anteriores (entre 11 e 21).

Para a PRF, o esquema de policiamento elaborado para o fim de ano vem apresentando resultados expressivos. A megaoperação denominada Saturno retirou de circulação 34 pessoas pela prática de crimes diversos, evitou que chegasse ao Rio cerca de 8 kg de drogas, com destaque para a preensão de 5kg de cocaína em Paraty, Região da Costa Verde. A droga estava com um passageiro de 34 anos que informou aos agentes que receberia R$ 2.000,00 para levar o entorpecente até Angra dos Reis, também na Costa Verde. Além disso, seis veículos roubados foram recuperados e duas armas de fogo foram apreendidas. O esquema será mantido até a meia-noite do próximo domingo (2), com 700 agentes mobilizados.