Empresa instala câmera de vigilância e 'tira' óculos de Drummond

André Balocco, JB Online

RIO - Depois de anos de sofrimento, finalmente a situação da estátua do poeta Carlos Drumond de Andrade, no Posto Seis, parece que será resolvida. Hoje, a estátua amanhece sem os óculos, retirado por uma empresa de lentes que patrocinará a sua conservação, que promnete devolver ainda em janeiro a novidade. Além de um novo óculos, Drumond será vigiado 24 horas por dia por uma câmera de monitoramente, que será ligada às da CET-Rio, que controla o tráfego nas ruas da cidade.

A estátua amanheceu nesta quarta-feira escovada, brilhando até, para alegria da cearense Márcia Abreu, de 23 anos. Ao lado do noivo, Marcos Cesar Augusto, de 30, ela conheceu o poetinha e ficou impresionada com a fidelidade da imagem.

- Lá em Fortaleza soube do vandalismo no óculos da estátua. Ainda bem que a situação será resolvida, pois ela é muito bonita - disse, enquanto fotografava ao lado do poeta, que de pernas cruzadas, contempla a cidade sentado num dos bancos do calçadão.

Além de escovada, a estátua ganhou duas novas placas de identificação. Uma delas, da prefeitura, retirou o laranja da administração passada e, em azul, explica que a obra é uma homenagem ao centenário do poeta. Do outro lado do banco, a placa da Varilux, que assumiu a sua conservação.