Ação de Natal garante presentes para cerca de 3 mil crianças do Turano

Flávio Dilascio, Jornal do Brasil

RIO - Para muitas pessoas, o dia 25 de dezembro é uma data para celebrar o nascimento de Jesus ao lado de parentes e pessoas queridas. Os presentes, claro, garantem a euforia da festa. Mas, em algumas situações, nem sempre a alegria está nos brinquedos ou em outros mimos que se ganha. Para muitos, o que mais vale é o carinho ou um abraço. Foi o que o Jornal do Brasil confirmou nesta quarta-feira durante a entrega de presentes natalinos a moradores do Morro do Turano, no Rio Comprido. Vizinha da redação, a comunidade recebeu, pelo sexto ano consecutivo, cerca de 3 mil brinquedos. Eles foram entregues à associação de moradores, que ficou responsável por encaminhar os mimos às crianças da comunidade.

É prazeroso demais fazer isso todos os anos. Não existe preço que pague ver estampado um sorriso no rosto de uma criança. Mesmo porque, a maior parte delas só ganha brinquedos nestas ações sociais destaca o coordenador do evento, Jairton Ribeiro, o Tom, que também comanda a iniciativa no Dia das Crianças Em outubro, apostamos em brinquedos mais educativos, agora, procuramos dar presentes que resgatem a ingenuidade das crianças destaca Tom.

Ao chegar a parte da comunidade conhecida como Rodo, a equipe do JB foi recebida com festa por cerca de 150 crianças, muitas delas acompanhadas por responsáveis. Aos gritos de o Papai Noel chegou , os menores aguardavam ansiosamente pelo evento, que contou com a participação de um Papai Noel devidamente caracterizado.

Por mais que isto pareça um ato simples, para a gente é muito importante, pois representa uma preocupação social com a comunidade afirmou o presidente da associação dos moradores do Turano, Renato Lopes Souza, que cita alguns problemas da região Temos cerca de 40 mil moradores aqui e não há nenhum projeto social. Precisamos de atividades que envolvam crianças e adolescentes, como vilas olímpicas. Sem contar que temos apenas uma creche em todo o complexo, a qual atende a 60 crianças finaliza Renato, destacando, em seguida, que uma outra creche está sendo construída na área.

A grande maioria das crianças beneficiadas ganha brinquedos apenas no evento.

Trouxe 20 crianças aqui, entre parentes e filhas de vizinhos. Elas gostam muito dos presentes, são todas muito carentes conta a cozinheira Edilene Maria da Silva, de 41 anos.

Pedido especial

Portador de deficiência física, o estudante Elias Morais do Carmo, 12, mostrou-se bem satisfeito com a bola e com o caminhão que ganhou. Sua mãe, no entanto, revela que outro presente também ajudaria muito.

Tenho muitas dificuldades para transportá-lo de cadeira de rodas pela comunidade, onde moramos não há rampas. Uma cadeira nova seria muito bem-vinda, a atual está bem gasta disse a costureira Maria Aparecida Morais do Carmo, 43.