Polícia prende sete suspeitos de integrar milícia no Rio

Agência Brasil

RIO - A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), prendeu nesta terça-feira, dia 24, sete suspeitos de integrar a milícia de Rio das Pedras, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro. Entre os presos está o presidente da Associação de Moradores de Rio das Pedras, Jorge Alberto Moreph, conhecido como Beto Bomba. Na casa dele foram apreendidas três pistolas e uma metralhadora, além de munição.

Segundo o delegado da Draco, Cláudio Ferraz, a chamada Operação Rolling Stones faz parte de uma ação conjunta com o Núcleo de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público e com a Polícia Federal.

- Um inquérito da Polícia Federal, a partir de denúncias do Ministério Público, identificou esses milicianos, sendo que alguns são acusados de tentativa de homicídio vinculada a interesses de milicianos, de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Durante todo o dia de hoje, cerca de 100 policiais vão percorrer diversos bairros da cidade para cumprir 22 mandados de busca e apreensão e 20 de prisão.