Moradores de Vila Isabel dizem que a situação só piora

Carlos Braga e Marcelo Migliaccio, Jornal do Brasil

RIO - Os moradores da Rua Luís Guimarães, em Vila Isabel, próxima ao Morro dos Macacos, não conseguiram dormir sábado por conta do intenso tiroteio, que atravessou a madrugada e durou até o final da tarde. Assustados, alguns moradores saíram à rua para falar sobre o confronto com os vizinhos. Um estudante, que não quis dar o nome, comentou que dava para ver clarões no céu de madrugada.

Uma bala bateu na parede do apartamento de uma amiga minha. Aquele prédio ali ficou com umas 10 marcas de tiro na parede lateral. Teve tiroteio até umas 14h.

Área de conflitos

Uma moradora, que também pediu anonimato, contou que os tiroteios na região são frequentes. Lembrou um confronto que obrigou um grande grupo de moradores de um dos morros do bairro a procurar abrigo no posto de gasolina que fica em uma das esquinas da Rua Luís Guimarães.

É essa briga eterna do Morro São João com o Morro dos Macacos. Naquela ocasião, desceram pessoas até com colchão nas costas. Um monte de gente dormiu ali no posto. É muita munição que esses bandidos têm. Não sei onde eles arrumam tanta bala para atirar.

Os moradores queixavam-se da falta de segurança que há no bairro e na cidade em geral. Mas pediam para não ser identificados por medo de represálias dos bandidos dos morros vizinhos. Um aposentado, que mora na rua há mais de 20 anos, contou que a situação começou a piorar sensivelmente há cerca de quatro anos. Desta época para cá, contou ele, os tiroteios e os confrontos entre bandidos e deles com a polícia têm aumentado.

Essa região é muito problemática. Mas não fazem nada.