Servidores federais do MinC fazem paralisação nesta quinta e sexta

JB Online

RIO - Os servidores federais do Ministério da Cultura pararam nesta quinta-feira, dia 15, até esta sexta, em protesto à falta de respostas pelas reivindicações feitas ao Governo Federal há cerca de um mês. De acordo com a presidente da Associação dos Servidores da Funarte (Asserte), Izabel Costa, a paralisação também abrange as outras secretarias e os servidores querem o cumprimento integral do Plano de Cargos, assinado pelo Governo em 2007, data da última greve.

- O acordo deve ser cumprido integralmente, até para evitar uma greve, que poderia causar transtornos à população usuária os serviços de cultura - diz Izabel.

Os servidores alertam que a racionalização de cargos, a regulamentação das gratificações, parte importante dos vencimentos dos servidores não estão sendo cumpridos pelo Ministério do Planejamento. Segundo os servidores, o MP também não tem cumprido obrigações já previstas em lei, como o aumento devido aos servidores concursados da Funarte em 2006 e a organização dos cargos do MinC.

- Sem a racionalização de cargos é impossível implantar um plano de cargos, uma promessa feita em 2006 - acrescenta.

Os servidores da Cultura estão em estado de greve desde o dia 10 de agosto, e ficam em assembléia permanente, até que seja cumprido o acordo. Segundo Izabel, caso eles não tenham suas reivindicações cumpridas já há um indicativo de greve para o dia 10 de novembro. Durante a paralisação, museus, teatros, bibliotecas e demais serviços não vão funcionar no Rio.