Polícia Militar usa motos para evitar assaltos

Mario Hugo Monken e João Pequeno, Jornal do Brasil

RIO DE JANEIRO - Responsável pela segurança em um dos túneis mais conturbados da cidade, o Zuzu Angel volta e meia fechado por tiroteios na entrada da Rocinha o 23ºBPM (Leblon) passou a usar a mesma arma do inimigo, adotando patrulhamento com motos para evitar assaltos nas galerias.

Diante de trânsito constantemente lento no Zuzu Angel durante o dia, entendemos que as motos são o único tipo de veículo que consegue ter mobilidade nessas ocasiões explica o comandante do 23ºBPM, coronel Sérgio Alexandre. Além disso, as motos perseguem melhor assaltantes que usam esse meio de locomoção.

Segundo o coronel, quatro motocicletas patrulham as galerias do túnel, que liga a Gávea a São Conrado, das 8h às 20h.

Estabelecemos um ponto próximo à entrada de cada galeria, one ficam viaturas com dois homens. Na madrugada, o motopatrulhamento não é necessário, porque o trânsito fica livre conclui.

Tiroteios e arrastões tornaram-se comuns no Túnel Zuzu Angel desde 2004, após a guerra entre os traficantes Luciano Barbosa dos Santos (Lulu) e Eduíno Eustáquio de Araújo (Dudu). Em 2007, motoristas chegaram a voltar pela contramão de um arrastão.

No lado de Laranjeiras do Túnel Santa Bárbara e na entrada do Rebouças pela Lagoa e Humaitá, é no horário inverso que o 2º BPM (Botafogo) mantém uma patrulha fixa.

No horário de 18h às 8h, mantemos esses pontos, e estamos estudando a possibilidade de estendê-los para o resto do dia, dependendo do contingente, mas nossas patrulhas e as do 1º BPM (Estácio), responsável pelo outro lado, percorrem o Santa Bárbara permanentemente afirma o tenente-coronel Roberto Gil, comandante do 2º batalhão.

Ele confirma que a atenção dos policiais responsáveis pelas saídas dos túneis precisa ser redobrada em horários de rush ou quando há enchentes e engarrafamentos.

Há certas chuvas que deixam o trânsito parado na Pinheiro Machado na altura da Farani até dentro do túnel. Nesses momentos, dependendo da condição e da atenção do motorista, pode haver maior vulnerabilidade.

Ciente do risco de tiroteios no Morro dos Macacos, o 6º BPM (Tijuca) montou um esquema de policiamento nas imediações da Praça Barão de Drummond, em Vila Isabel, justamente para evitar que haja engarrafamento na saída do Túnel Noel Rosa.

Segundo o comandante da unidade, tenente-coronel Fernando Príncipe, policiais orientam trânsito nos cruzamentos e dão prioridade aos veículos que deixam o túnel.

Isso tem evitado que os motoristas fiquem sob o fogo.

O oficial afirmou que não tem conhecimento de crimes no Noel Rosa e pede que, caso eles ocorram, seja informado imediatamente. Disse ainda que PMs ficam baseados na saída do túnel.

Em relação ao túnel Santa Bárbara, o comandante do 1º BPM (Estácio), tenente-coronel Sérgio Luiz Mendes, disse que viaturas da unidade ficam baseadas na entrada do túnel somente nos horários de rush. Fora destes períodos, é feito apenas um patrulhamento nas redodezas. Segundo ele, a última ocorrência foi há dois meses, quando bandidos do Morro do Fallet, em Santa Teresa, fugiram por ali.