Polícia Florestal fecha fábrica clandestina de pepinos, em Angra

Da Redação, JB Online

RIO DE JANEIRO - Após uma denúncia anônima, o Batalhão de Polícia Florestal e Meio Ambiente (DPSMA) chegou a uma fábrica clandestina de pepinos, localizada no bairro do Pequerê, em Angra dos Reis. No local, foram encontrados 58 potes de 5kg, 20 potes de 1kg, todos cheios de pepino, além de 115 frascos vazios. A proprietária do espaço, Maria de Lourdes Costa de Oliveira, foi conduzida a 166º DP, onde presta esclarecimentos. A proprietária não possuía documentação que autoriza a fabricação do alimento.