Conferência sobre Honduras no Rio entra em seu segundo dia

JB Online

RIO DE JANEIRO - Com a participação de delegados de mais de dez países e de todas as partes do Brasil, foi aberto no final da manhã deste sábado o segundo dia de atividades da 2ª Assembléia Nacional do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz), no Centro de Convenções Sul América, na Cidade Nova, no Rio. O encontro - que tem objetivo de articular ações em defesa da paz, da soberania nacional e da solidariedade aos povos em luta em todo mundo serve também para a criação de um plano de trabalho do Cebrapaz, fundado há cinco anos.

O evento acabou se transformando também em uma manifestação contra o golpe em Honduras.

- Defender a resistência em Honduras é defender a democracia em toda a Améria Latina. Não aceitamos mais golpe - disse a presidente da entidade, Socorro Gomes.

Ela também preside ao Conselho Mundial da Paz. Na abertura do evento, na noite de sexta-feira, as delegações fizeram um ato de apoio à democracia naquele país.

Representantes do México, da Bolívia, Paraguai, Uruguai, Argentina, Nepal, Guiana Francesa e Grécia, entre outros países, também estão presentes ao encontro, que termina neste domingo.