Beltrame troca o comando da PM com a missão de prepará-la para futuro

Mario Hugo Monken, JB Online

RIO - A Secretaria de Segurança Pública do Rio confirmou nesta terça de manhã a troca no comando da Polícia Militar. O coronel Gilson Pitta Lopes, que ficou a frente da corporação por 17 meses, deixa o cargo e será substituído pelo coronel Mário Sérgio de Brito Duarte, ex-comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e que estava a frente do Instituto de Segurança Pública (ISP), órgão responsável pelas estatísticas da violência.

A mudança ocorreu menos de 24 horas após o Ministério Público anunciar que 30 PMs foram denunciados por causa de mortes de pessoas supostamente inocentes entre 2007 e 2008.

Em nota, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, agradeceu o coronel Pitta pela sua gestão, afirmando que ele exerceu o cargo com seriedade, correção e dedicação exclusiva. Segundo Beltrame, Pitta tem uma história de 30 anos na PM que deve servir de exemplo para os oficiais mais novos da ativa.

Além do Bope e do Isp, o novo comandante também esteve a frente do 22º BPM (Complexo da Maré e ocupou o cargo de uperintendente da sub-secretaria de Planejamento e Integração Operacional (SSPIO).

Segundo diz a nota, o coronel Mário Sérgio tem agora o duro desafio de cultivar a seriedade e dedicação da equipe que sai e ainda avançar mais profundamente nos processos de gestão da PM. Maior aproveitamento de efetivo nas ruas; adequação ao modelo das RISPs; foco nas metas criminais estabelecidas; celeridade no aparelho correcional; ampliação do intercâmbio com outras instituições; ampliação das UPPs (unidades pacificadoras); e principalmente preparar a PM para as exigências do século XXI.