Denúncia de estupro pode ter sido calúnia

JB Online

RIO - A jovem de 19 anos que acusou três adolescentes de estupro na Barra da Tijuca na semana passada pode ser denunciada por crime de calúnia. A afirmação foi delegado Carlos Augusto Nogueira, titular da 16ª DP, após ouvir os acusados na tarde desta quinta-feira. Segundo Nogueira, os depoimentos dos acusados e as imagens das câmeras do condomínio Península, onde teria ocorrido o crime após uma festa de adolescentes, segundo a jovem, mostram que ela teria mentido, por exibirem os três acusados deixando o local juntos, ao contrário do que ela dissera na acusação.