Detran-RJ reboca 56 veículos em Campo Grande e Magé

JB Online

RIO - O Detran-RJ apreendeu 56 veículos nesta quinta-feira, durante fiscalização em Campo Grande, na Zona Oeste, e em Magé, na Baixada Fluminense, com objetivo de tirar de circulação veículos em situação irregular. A maioria estava com o licenciamento anual vencido ou em mau estado de conservação.

Em Campo Grande, foram 36 apreensões, sendo 20 pela manhã, na Estrada da Pedra e, 16 à tarde, na Estrada do Tingui. Em Magé, pela manhã, foram apreendidos oito automóveis na Avenida Santos Dumont. À tarde, 12 carros de passeio foram recolhidos na Avenida Automóvel Clube. Todos os 56 veículos foram levados para os pátios do Detran-RJ e somente serão liberados depois de terem quitados débitos de multas e taxas. Veículos não recuperados por seus proprietários em até 90 dias serão leiloados.

O Detran-RJ recomenda aos proprietários interessados em reaver veículos rebocados nessas e em outras operações que se dirijam às Unidades de Liberação de Veículos (ULVs) da Barra da Tijuca e de Belford Roxo. Elas foram criadas com o objetivo de descentralizar o processo de liberação de veículos, antes realizado apenas na ULV da sede do órgão, no Centro do Rio. A ULV da Barra fica no shopping Città America, na Avenida das Américas, 700, 2º piso, Loja 211-A. A de Belford Roxo está instalada no shopping do supermercado Carrefour, na Avenida Jorge Júlio da Costa Santos, 200, Loja 4. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

O motorista que for flagrado dirigindo veículo em mau estado de conservação comete uma infração de trânsito grave, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro. Além de ser multado em R$ 127,69 e receber cinco pontos na carteira de habilitação, o condutor tem o veículo retido para regularização. Caso o veículo não esteja em dia com o licenciamento anual, então o condutor comete uma infração gravíssima. Nesse caso, a pena é multa é de R$ 191,54, sete pontos na habilitação e a apreensão do veículo.