Polícia Federal fiscaliza curso de idioma que emprega estrangeiro

JB Online

RIO - Policiais Federais da Delegacia de Imigração realizaram fiscalização e repressão à mão de obra estrangeira irregular nesta quarta-feira. Segundo investigações, há contratação de pessoas de fora do país, com visto de turista, que exercem cargo de professores em cursos de idiomas.

As ações estão concentrada em cinco unidades do Curso Britânnia: Barra, Botafogo, Lagoa, Gávea e Ipanema. A PF adverte que a empresa contratantet de um estrageiro em situação irregular pode ser multada. O estrangeiro além de receber pena financeira, é notificado a deixar o país.