Polícia prende 17 acusados de integrar milícia

JB Online

RIO - Já foram presos 17 acusados de participação em milícias na Zona Oeste, durante a operação relaizada pela Polícia Civil na região, na manhã desta terça-feira. Entre eles, cinco policiais civis e seis PMs.

Ao todo foram expedidos 66 mandados de prisão preventiva, além de mandados de busca e apreensão de provas. Na lista dos procurados estão 27 civis, 24 policiais militares, cinco policiais civis, um bombeiro e um agente penitenciário. Completam a lista oito pessoas que já se encontram presas no sistema penitenciário.

Batizada de Operação Têmis - a deusa grega guardiã dos juramentos dos homens e da lei - a mobilização envolve 230 policiais civis de diversas delegacias especializadas e 190 homens da Polícia Militar, da Corregedoria, do Serviço Reservado e do corpo operacional da PM. Os presos serão encaminhados para a Delegacia de Homicídios da Zona Oeste, em Campo Grande. Os policiais militares são levados para o Batalhão Especial Prisional.

O combate às milícias no Rio começou em 2007, quando 23 pessoas foram presas. Em 2008, foram 78 e, neste ano, 80.