Advogado ligado à milícia está excluído da OAB

Camilla Lopes, JB Online

RIO - A Ordem dos Advogados do Brasil sessão Rio de Janeiro informou que o advogado Carlos Alberto Costa de Oliveira acusado de ligação com milícias da Zona Oeste do Rio, está excluído da instituição.

A OAB-RJ informou ainda, que o outro advogado suspeito de ligações com a milicianos, Marcelo Bianchini Penna, está em dia com a Ordem. Segundo a OAB, caso Penna seja culpado, a instituição abrirá um procedimento para cassar licença do advogado.

A operação Leviatã 2, desencadeada pela Polícia Civil, mobilizou 200

policiais de 10 delegacias para desarticular a milícia considerada a

mais forte do Estado do Rio de Janeiro, que tem como base o Morro do

18, no bairro de Quintino e de Anchieta. A ação policial é respaldada

por 33 ordens de prisão. Até o momento já foram presos 16 envolvidos,

entre os quais, os dois advogados.