Alerj pode cancelar, nesta quarta, as multas registradas por pardal

JB Online

RIO - A Assembléia Legislativa vota, na tarde desta quarta-feira, projeto de lei do deputado Audir Santana (PSC) anulando todas as multas registradas pelas câmeras que indicam a desobediência ao sinal vermelho. A proposta se baseia na informação da presidente do Instituto de Pesos de Medidas (Ipem), Soraya Santos, de que os equipamentos que fotografam os avanços de sinal jamais foram verificados pela instituição, mesmo porque ainda não mereceram qualquer especificação do Inmetro.

Para Audir Santana a colocação e o funcionamento dos aparelhos sem a especificação técnica obrigatória sugere mais uma ação da indústria da multa , comprovada, por exemplo, em matérias nas quais ficou óbvio que a duração de 3 segundos do sinal amarelo tem por objetivo levar o motorista a anotar uma irregularidade que ele não praticou, mas foi indicada pela câmera.

No município do Rio de Janeiro os sinais monitorados por câmeras são 61, distribuídos por toda a cidade. Elas estão também em diversos outros municípios fluminenses, como São Gonçalo, Niterói e Itaboraí.