Filas e passeios num domingo de nuvens e pouco sol

Jornal do Brasil

RIO - Para alguns, o mais importante no Dia das Mães é almoçar com a família. E para isso não medem esforços. Foi o que mostraram as filas que se formavam domingo nos restaurantes da cidade, que pôde ser aproveitada sob um clima ameno e sem chuvas. As nuvens carregadas só devem chegar no fim de segunda-feira, mas darão a vez a uma semana inteira de sol forte.

Em um estabelecimento no Humaitá, mais de 50 pessoas aguardavam para agradar a mamãe com um almoço de comida mineira.

Já estamos aqui há meia hora e ainda vamos esperar bastante. Somos o número 68 e ainda está no 20. Espero que a comida seja boa mesmo brinca Maria Helena Oliveira, que veio de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, para almoçar com os filhos e o marido.

Uma família com 11 pessoas foi mais prevenida. A matriarca chegou às 11h para guardar lugar na fila. Às 13h30 ainda estavam aguardando ansiosos por uma mesa.

Somos os próximos. Vale a pena porque moramos bem perto. E não dá para enfrentar a cozinha no nosso dia. Mesmo que os maridos cozinhem, acabamos tendo que encarar a louça para lavar afirmou Suzana Duarte, que comemorava o primeiro Dia das Mães ao lado da filha Manuela, de sete meses.

Sol a semana toda

Muitas mães preferiram aproveitar o dia com os filhos na praia. O tradicional Baixo Bebê, no Posto 12, Leblon, ficou cheio de pais fazendo um passeio com seus filhos.

O Dia das Mães e sol tímido, claro acabou deixando as praias vazias domingo. O mar também não ajudou e a Zona Sul testemunhou uma forte ressaca.

Para segunda-feira, a previsão é de que as nuvens persistam em esconder o sol. As chuvas devem chegar no fim da tarde e início da noite. A máxima prevista é de 29 graus e a mínima de 18 graus.

Para o restante da semana, a previsão é de sol forte com a chegada de uma massa de ar quente. A chuva, porém, pode voltar no fim de semana.