Lagoinha das Taxas, no Recreio, vira "pasto de gigogas"

Ana Paula Verly, JB Online

RIO - A Lagoinha das Taxas, no Parque Municipal Chico Mendes, no Recreio dos Bandeirantes, está tomada de gigogas. A denúncia é do Projeto Olho Verde, do biólogo Mário Moscateli, que fotografou o problema na semana passada. O biólogo explica que a lagoa recebe toda a drenagem de água pluvial da região, além do esgoto que deságua no Canal das Taxas, o que favorece a proliferação das gigogas de forma "descontrolada".

- Como niguém toma providência para controlar as gigogas e estancar o lançamento de esgoto, a lagoinha praticamente desapareceu - alerta.

A lagoinha está localizada na região do Pontal, entre as praias da Macumba e Reserva.

- O esgoto de toda a região é despejado direta ou indiretamente no Canal das Taxas e na lagoinha. Lá se transforma em adubo e as gigogas não param de crescer. O espelho d´água praticamente virou pasto de gigogas - compara.

As gigogas da lagoinha não chegam até a praia, como as da Lagoa de Jacarepaguá, o que ocorre quando não são totalmente recolhidas por funcionários do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), que tem uma estação de trabalho na altura do Shopping Città América, na Barra, ou quando não morrem e descem para o fundo da lagoa.

- Já passou da hora de se tomar uma providência. Três anos atrás, em 2006, a história foi a mesma - critica Moscateli.