Sebastiana e prefeitura discutem o carnaval de rua de 2010

JB Online

RIO - A Associação Independente de Blocos de Rua da Zona Sul, Centro e Santa Teresa (Sebastiana) promoverá nesta sexta e sábado, no Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), o seminário Desenrolando a Serpentina. Com o objetivo de trocar idéias com os cariocas sobre o crescimento e a organização do carnaval de rua, o evento, totalmente gratuito e aberto ao público, vai reunir os responsáveis e realizadores de vários blocos e os representantes do poder público, além de estudiosos do tema.

A associação, que reúne 12 dos mais tradicionais blocos da cidade, quer refletir sobre o crescimento dos blocos, a economia que essa manifestação espontânea da cidade gera e o dilema entre a organização do carnaval carioca e a espontaneidade da folia. Serão dois dias de debates com carnavalescos, pesquisadores e autoridades municipais e estaduais.

Depois do seminário, serão reunidas propostas a serem encaminhadas aos representantes do poder público para a organização do carnaval de rua de 2010.

Além das mesas de discussão, os visitantes poderão aproveitar mostras de cinema e de fotografia, bar, roda de samba e outras atrações relacionadas ao carnaval de rua do Rio de Janeiro. Em sua primeira edição, em 2004, cerca de 2 mil pessoas participaram do evento multimídia sobre a cultura carnavalesca.