Morre 2ª vítima de explosão em lanchonete no Rio

REUTERS

RIO - Morreu nesta segunda-feira um dos donos da lanchonete onde um botijão de gás explodiu em Maria da Graça, no Rio de Janeiro, no dia 27 de abril. Paulo Henrique de Souza, 36 anos, estava internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital do Andaraí e não resistiu aos ferimentos. No momento da explosão, ele estava na cozinha do estabelecimento.

Outra vítima, a jovem Carla Xavier, 18 anos, morreu hoje. Ela teve 90% do corpo queimado durante o acidente. Outras 16 pessoas ficaram feridas com a explosão, ocorrida perto de uma escola federal e de uma estação do metrô da cidade.

Priscila Romero, 22 anos, que também estava no local quando a explosão aconteceu, continua internada no CTI do Hospital dp Anadaraí. Ela teve mais de 40% do corpo queimado e seu estado de saúde é considerado grave.