Detro tira 44 ônibus de circulação

JB Online

RIO - Fiscais do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) estiveram nesta segunda-feira em 19 terminais rodoviários da Região Metropolitana e interior do estado, onde tiraram de circulação 44 ônibus sem documentação ou sem condição de tráfego. O maior número de apreensões aconteceu nos terminais Américo Fontenelle (Central), no Rio, e Alcântara, em São Gonçalo. A empresa com mais ocorrências foi a Rio Ita, com 12 veículos apreendidos.

A operação Legal tem que ser legal foi criada pelo Detro para combater as irregularidades praticadas no transporte intermunicipal de passageiros por ônibus da frota regular, sendo norteada pelas reclamações que chegam à Ouvidoria do departamento.

Na manhã desta segunda-feira, 120 fiscais atuaram nos terminais rodoviários que abrigam linhas intermunicipais, registrando 44 apreensões com os ônibus levados para depósitos públicos ou recolhidos às garagens das empresas e 48 infrações.

Entre as principais irregularidades estão a falta de registro do veículo no Detro as empresas utilizam veículos não autorizados a atuarem nas linhas intermunicipais, burlando não só o recolhimento de taxas como as vistorias obrigatórias e ônibus sem condição de tráfego, com pneus gastos e vidros trincados, entre outros problemas.

Na operação de hoje, nos certificamos que as ações realizadas com freqüência estão surtindo resultado, pois encontramos uma frota com menos irregularidades. Um ponto recorrente e que o Detro está atento para coibir é a ausência de trocadores, o que obriga os motoristas a atuarem em dupla função. Reforçaremos o contato com as empresas a fim de que esta situação seja revertida informa João Cassimiro, diretor técnico-operacional do Detro, que acompanhou a fiscalização no Terminal Américo Fontenelle, no início da manhã.

Ele lembrou que esta ação do Detro segue a determinação do governador Sérgio Cabral de garantir um transporte de qualidade e seguro à população. E que para o sucesso da mesma é importante o apoio da população por meio de denúncias à Ouvidoria do departamento, pelo telefone (21) 2332- 9535 ou pelo e-mail [email protected]

As empresas flagradas com irregularidades foram: Rio Ita, Master, Reginas, Trel, Viação Fagundes, Viação Mauá, Nossa Senhora do Amparo, ABC, São José, Nilopolitana, Nossa Senhora da Penha, Mageli, 1001, Sulfluminense, São João Batista, Macaense e Única.

Os fiscais recolheram veículos na Rodoviária Novo Rio (cinco) e nos terminais Américo Fontenelle (sete), Mariano Procópio (Praça Mauá) (dois), Menezes Cortes (um), João Goulart (15), Alcântara (oito), Nova Iguaçu (quatro), Volta Redonda (um), e Barra Mansa (um). Em Cabo Frio foram aplicadas três infrações, sendo duas em veículos da 1001 e uma da Macaense, e em Petrópolis, foi registrada uma infração na empresa Única.