Volta calma do feriadão; futebol é que agitou

Ricardo Schott, Jornal do Brasil

RIO - Para a Ponte SA, a expectativa era a de que cerca de 70 mil veículos passassem durante o domingo pela Ponte Rio Niterói, voltando do feriado de Dia do Trabalho. Mas quem retornou não encontrou maiores problemas. Ainda que houvesse um trânsito intenso no sentido Rio, não chegaram a acontecer retenções. A Avenida Brasil e a Linha Vermelha também permaneceram sem problemas.

Para garantir a segurança durante o dia nos acessos ao Rio, a Polícia Rodoviária Federal mobilizou todo o efetivo, reforçado pelo grupo de Operações Especiais da Polícia Federal e por policiais do 12º BPM (Niterói). O objetivo era deixar a ponte bem policiada por causa da decisão do campeonato estadual entre Flamengo e Botafogo.

Para quem se deslocava de Niterói para o Rio de ônibus, durante o início da tarde deste domingo, um problema era pegar uma condução que não estivesse cheia de torcedores. Um ônibus 703 (Santa Rosa/Vila Isabel), da Viação Garcia, chegou a ficar retido por 20 minutos na altura da esquina da Rua Presidente Backer com Avenida Roberto Silveira, em Icaraí, enquanto um grupo de torcedores do Flamengo subia pelas duas portas.