Niterói desliga os radares a partir desta terça-feira

JB Online

RIO - A partir desta terça-feira (24), as infrações por excesso de velocidade, avanço de sinal vermelho e invasão da faixa de pedestres registradas pelos 18 pardais e lombadas eletrônicas instalados em Niterói não serão cobradas dos motoristas no horário das 22h às 6h do dia seguinte, de acordo com a portaria nº 116/2009, publicada no Diário Oficial.

A Secretaria de Serviços Públicos, Trânsito e Transportes dispõe, em seu site (www.ssp.niteroi.rj.gov.br), a localização dos equipamentos instalados na cidade, assim como os pontos onde costuma instalar radares móveis, mas adverte que a responsabilidade civil dos motoristas permanece e que poderão ser até criminalmente processados no caso de provocarem acidentes.

Já desativado no horário mecionado, desde 2007, está o radar da Rua Desembargador Lima Castro, no Fonseca. Assim como os que se localizam nas ruas Mario Viana e Noronha Torrezão, ambas em Santa Rosa, e desligados desde 2005. O equipamento que fica na Estrada Caetano Monteiro, altura do número 2601, encontra-se com o funcionamento interrompido desde 2006.

Taxista há 25 anos, Cláudio Martins, de 52 anos, que trabalha na Zona Sul da cidade, crê na ação da prefeitura, mas pondera:

Acredito que esssa tipo de ação vai evitar determinadas ações de bandidos. Mas essa atitude tem que fazer parte de um plano de políticas públicas, e não ser um caso isolado.

Moradora de Santa Rosa há 15 anos, a dona de casa Júlia Fernando, de 41 anos, teme que o fato de os equipamentos estarem desligados nesse horário, o número de acidentes envolvendo jovens aumente.

A gente sabe que esses jovens são imprudentes. O meu grande medo é diminuir o número de assaltos e aumentar o índica de acidentes. Acho que o mais correto seria aumentar o efetivo de policiamento analisa a dona de casa.

Procurada para comentar sobre a decisão, a Secretaria de Serviços Públicos, Trânsito e Transportes não foi encontrada.