Detro apreende 21 ônibus na Baixada e em Niterói

JB Online

RIO - A fiscalização do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) esteve, na manhã desta terça-feira, em terminais rodoviários de Niterói e Baixada Fluminense, onde 21 ônibus da frota regular foram recolhidos às garagens por falta de condições de tráfego. A empresa com maior número de veículos apreendidos foi a Expresso Mangaratiba, que teve 10 ônibus impedidos de circular na rodoviária de Duque de Caxias.

Um total de 12 fiscais do Detro esteve em dois terminais de Duque de Caxias, um de Nova Iguaçu, outro de Belford Roxo e dois de Niterói. A operação teve início às 6h e prosseguiu até as 11h, com 17 ônibus conduzidos às garagens das empresas em Duque de Caxias, dois em Nova Iguaçu e dois em Niterói, onde três veículos também foram autuados.

As principais irregularidades anotadas dizem respeito à falta de documentação, má conservação dos veículos e descumprimento do quadro de horários. Esta operação do Detro, conhecida como Legal tem que ser legal , é norteada por reclamações recebidas pela Ouvidoria do departamento.

Foram recolhidos às garagens ônibus das seguintes empresas: Expresso Mangaratiba (10 veículos), Trel (cinco veículos), Rio Ita (dois veículos), Rio Minho (um veículo), União (um veículo), Master (um veículo) e Evanil (um veículo). As empresas ABC, Nossa Senhora do Amparo e Expresso Rio de Janeiro foram autuadas.

Piratas Ao mesmo tempo em que acontecia a operação nos teminais, o Detro realizou fiscalização contra o transporte pirata em vários bairros do Rio e em Niterói, com apreensão de 22 veículos que atuavam irregularmente no transporte de passageiros. A maior parte das vans e kombis apreendidas trafegavam na Zona Oeste da capital, com cinco flagrantes em Bangu e quatro em Campo Grande.Outros três veículos irregulares foram pegos em Cascadura, dois em Madureira, dois em Bonsucesso, dois na Grota, dois em Niterói, um no Méier e outro no Centro do Rio.