Comércio amanhece fechado no Morro do Tabajaras

Urbano Erbiste e agências, JB Online

RIO - O comércio na Ladeira dos Tabajaras permanece fechado esta manhã, apesar do avançado da hora. Há pouco, a reportagem do Jornal do Brasil passou pelo morro o percebeu a situação tranquila no local, que conta com a presença dos policiais do 19º BPM, mas notou que os comerciantes não abriram as portas, talvez à espera de definições sobre o clima. No momento, parece que o comando do tráfico ainda pertence à facção que dominava o local antes da tentativa de invasão por parte de bandidos da Rocinha, que estariam escondidos na mata. Policiais vão vasculhar o entorno da favela em breve.

De madrugada, disparos de arma de fogo efetuados por volta de 1h, vindos da Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana, Zona Sul do Rio, deixaram moradores do bairro e policiais apreensivos. No entanto, não foram registradas troca de tiros durante o período. Traficantes da Favela da Rocinha teriam tomado os pontos de venda de drogas da comunidade na noite de sábado. Policiais do 19º BPM (Copacabana) reforçam o policiamento na região.

O 19º BPM confirmou que foram ouvidos tiros vindos da comunidade, mas que não houve confronto entre policiais e bandidos. PMs do batalhão ocupam a quadra no alto do morro. Por volta das 22h deste domingo, eles realizaram uma blitz na altura do Cemitério São João Batista, em Botafogo. Do outro lado do Túnel Velho, que liga os dois bairros, as entradas estavam vigiadas. Os mototaxistas estavam circulando, mas em menor número do que o normal.

À tarde, dois bandidos que seriam da Rocinha um deles com uma submetralhadora foram presos em plena Rua Pinheiro Machado, em Botafogo.

A invasão de bandidos da Rocinha, da quadrilha Amigos dos Amigos (ADA), à Ladeira dos Tabajaras, pode iniciar uma guerra na Zona Sul do Rio. A comunidade, juntamente com o complexo Pavão-Pavãozinho, são os últimos redutos da quadrilha Comando Vermelho nesta região.

PMs ficam feridos em perseguição

Dois policiais do 2º BPM (Botafogo) ficaram feridos após a viatura em que estavam bater em uma Kombi que presta serviço aos Correios, na Rua Pinheiro Guimarães, na altura do número 115, em Botafogo. Eles perseguiam um veículo prata que seguiam em direção ao Cemitério São João Batista, um dos acessos à Ladeira dos Tabajaras. Os suspeitos conseguiram fugir. Os PMs foram levados para o hospital central da corporação, no Estácio.