Dado Dolabella divide cela com 13 detentos na Polinter

Da redação, Portal Terra

RIO - O ator Dado Dolabella, que está preso na Polinter, no Rio de Janeiro, fez a sua primeira refeição ao lado de outros 13 presos na cela onde ficam os detentos que não pertencem a nenhuma facção criminosa.

Ele comeu frango, beringela, arroz e feijão. A cela onde ele está mede 4 m² e tem capacidade máxima para 15 detentos. Os irmãos Gilberto Di Piero e Fernando Dolabella levaram uma camiseta e uma bermuda para o ator, que estava com a mesma roupa desde a sua prisão, na terça-feira. Eles disseram que Dado está tranquilo e confiante na Justiça.

Os advogados da família estão no Tribunal de Justiça, tentando mais um habeas-corpus, desta vez com o próprio juiz que determinou a prisão do ator. Dado Dolabella foi transferido para a carceragem da Polinter por volta das 8h20 desta quarta-feira.

O advogado do ator Michel Assef Filho impetrou um habeas-corpus na noite de terça-feira, mas foi negado pelo juiz de plantão. Dado passou a madrugada dentro de uma pequena cela da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) e sem direito a visitas. Por volta das 6h20, Fernando Dolabella levou café da manhã ao irmão na delegacia.

Na saída para a Polinter, acompanhado da delegada Adriana Pereira Mendes, Dado Dolabella disse que não entendia a decisão judicial, mas acreditava na justiça divina.

Alguns fãs se aglomeravam na porta da delegacia para ver o ator. Uma delas era a diarista Diva Ferreira, 44 anos, moradora de Realengo, na Zona Oeste. Ela passou a madrugada em frente à delegacia e só saiu junto com Dado. "Queria fazer uma foto dele. Acho que ele não merecia esse tratamento tão rígido, mas o que fazer?", disse Diva. "Espero que ele tome juízo desta vez."