Polícia apreende materiais de informática de origem duvidosa no Centro

JB Online

RIO - Policiais da Delegacia do Consumidor (Decon) apreenderam aproximadamente R$10 mil em material de informática de procedência duvidosa, na sede da empresa AMF Informática, situada na Avenida Rio Branco, 156, no Centro do Rio, nesta segunda-feira. A operação foi deflagrada após informação passada pelo Ministério Publico.

De acordo com o titular da especializada, delegado Manuel Paredes, a empresa que funcionava com o nome falso de Kingmax, comercializava produtos eletrônicos, como pen drives, aparelhos de MP4, máquinas fotográficas digitais e memórias para computador. Toda mercadoria encontrada foi recolhida pelos agentes.