Beltrame diz a deputados que não combaterá bico de policiais

JB Online

RIO - Em audiência pública na Assembleia Legislativa do Rio, o secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, respondeu que não combaterá o bico dos policiais enquanto o estado não pagar melhores salários aos profissionais de segurança.

Ao ser questionado pelo deputado Paulo Ramos (PDT), membro da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Alerj, sobre os policiais militares que fizeram a segurança privada da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), no Sambódromo, o secretário não se esquivou.

- Precisamos entender esta conivência do Poder Público com o carnaval, que é controlado por uma espécie de máfia de banqueiros do jogo do bicho e controladores de caça níquel. Sabemos que a Liesa, que é controlada por estas pessoas, recebe recursos federais, estaduais e municipais. Por que, então, punir aqueles que estão trabalhando honestamente para complementar sua renda familiar? - queixou-se Ramos.

Beltrame disse não saber sobre os acordos entre a prefeitura do Rio e a Liesa.

- Posso responder apenas sobre minha competência e serei suficientemente sincero para afirmar que não combaterei o bico dos policiais, pelo menos enquanto o estado não remunerar melhor os profissionais de segurança. Apenas não admitirei que trabalhem para pessoas que, mesmo tacitamente, estejam envolvidas com atividades criminosas - reforçou.