Secretário de Habitação entrega chaves de apartamentos em Itaguaí

JB Online

RIO - As 20 famílias que moravam no edifício B-11 do condomínio Village Brisamar, em Itaguaí, poderão retornar para suas casas na próxima semana. O secretário estadual de Habitação, Leonardo Picciani, entrega amanhã, dia 10, às 10h, as chaves dos apartamentos para os moradores.

Em março do ano passado, o prédio foi interditado depois que parte da estrutura cedeu, por conta de uma grave infiltração na base da construção, deixando o B-11 inclinado 18 graus. Com sérios riscos de desabamento, o prédio teve que ser demolido para então ser reconstruído. O B-11 possui cinco andares e foi totalmente recuperado pelo governo do estado. Leonardo Picciani comemora a finalização da obra e a volta das famílias aos seus lares.

- Muita coisa foi feita no edifício, principalmente a reforma da estrutura, que não aparece externamente, mas é importantíssima para que os prédios não voltem a correr o risco de desabar ou inclinar, como aconteceu. A reforma nos demais prédios vai prosseguir, e a CEHAB estará presente para que a gente possa entregar uma obra que atenda às necessidades dos moradores.

A reconstrução do B-11 foi a primeira etapa das obras de recuperação do Village Brisamar, que foi construído há cerca de 30 anos e, até então, nunca havia passado por uma reforma. Os outros 22 prédios do condomínio também estavam comprometidos e estão sendo recuperados.

Programa de reformas: Cidade de Deus é primeira comunidade beneficiada

Outros conjuntos habitacionais muito antigos, assim como o Village Brisamar, também passarão pelas obras de recuperação previstas no Programa de Reformas, lançado neste mês pela Secretaria de Habitação. O pacote vai beneficiar mais de 11.200 famílias, em pelo menos 10 conjuntos habitacionais na capital e na Região Metropolitana, além de comunidades no interior do estado.

A primeira comunidade a receber o Programa de Reformas será a Cidade de Deus, em Jacarepaguá. O edital de licitação das obras foi publicado no dia 17 de fevereiro no Diário Oficial. A licitação já está marcada para o dia 02 de abril e, caso não caia em nenhuma exigência, a secretaria espera dar início às obras ainda em abril. Estão previstas obras de recuperação do reservatório de água, do sistema de esgoto, do telhado e das fachadas dos 57 blocos, com um total de 2.116 apartamentos, que serão beneficiados nessa fase. As obras nas demais unidades habitacionais deverão entrar em processo de licitação nos próximos dias.

A expectativa da Secretaria de Habitação é de que todas as obras estejam em andamento até o final do primeiro semestre de 2009. Essa primeira fase do Programa de Reformas vai custar cerca de R$ 20 milhões.