Pavuna receberá a primeira unidade da Lona Cultural 2.0

João Paulo Aquino, Jornal do Brasil

RIO - O prefeito Eduardo Paes aproveitou o lançamento do projeto Prefeitura Itinerante e armou um circo, ou melhor, anunciou a construção de uma Lona Cultural para a região. Porém a nova geração batizada como 2.0 não vai ter aquela típica estrutura física circense. Paes e a secretária de Cultura, Jandira Feghali, foram até a abandonada Praça Enio, na Pavuna, Zona Norte, e mostraram o projeto da nova unidade que será instalada no local.

O conceito cultural continua, mas acabou aquela ideia transitória. Agora vai ser permanente afirmou a secretária.

A nova Lona Cultural 2.0 é um projeto do arquiteto e subsecretário de Cultura, Washington Fajardo, e entra na onda dos ecoprédios com telhado verde. A obra vai ter três mil metros quadrados de área construída e poderá recepcionar 400 pessoas sentadas e mais 300 em pé.

No teto, haverá um gramado com telescópios do Planetário da Gávea que vai permitir às pessoas observarem o céu. Em todos os acessos vão ter rampas para deficientes disse Jandira. Na parte externa, vamos colocar uma estrutura para uma tela de cinema, em que o público pode ocupar a praça e assistir filmes a céu aberto.

Eduardo Paes completou: Cada um traz a cadeira de praia de casa e a bacia de pipoca também é por conta do público sugeriu.

O custo das obras vai ser de R$ 1,5 milhão a R$ 2 milhões uma relação custo benefício melhor que as antigas lonas, avaliadas em R$ 1,1 milhão, segundo a secretaria. O custo de manutenção também não será superior.

As unidades vão ter sistema de climatização e isolamento acústico, além de palco profissional. A prefeitura planeja entregar a unidade até o fim do ano e começar o processo de licitação em 20 dias.

Um prédio desse gera autoestima na comunidade, muda a estética e traz um novo conceito de cultura acessível argumenta a secretária.

A Lona Cultural receberá o nome de Jovelina Pérola Negra e será acoplada ao projeto Escola do Futuro a ser lançado no próximo dia 13. O plano é fornecer uma educação integral aos alunos da rede municipal com trabalhos das secretarias de Educação, de Lazer e de Cultura. O novo prédio deve servir a 10 escolas da redondeza.

Nós vamos nova-iorquizar a Pavuna brincou Eduardo Paes ao criar um neologismo.