Prédio irregular no Recreio pode ser demolido

Eliane Nóbrega, JB Online

BARRA - O edifício Riviera, localizado na Avenida Gilka Machado, na comunidade do Terreirão, Recreio, interditado desde terça-feira, poderá ser demolido. Segundo o coronel Sérgio Simões, após nova vistoria, realizada na quarta-feira, pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Defesa Civil, a tendência da secretaria é optar pela demolição, já que se trata de uma construção irregular. Mas o órgão ainda não recebeu um comunicado oficial.

Na vistoria desta quarta-feira, os fiscais constataram que o solo onde o edifício foi construído é arenoso e oferece riscos. O laudo oficial sairá nos próximos dias

Os 100 moradores dos 28 apartamentos pagaram entre R$ 30 mil e R$ 100 mil pelos imóveis. Na segunda-feira, quatro casas, construídas nos fundos do prédio, serão derrubadas. Sem habite-se, o Riviera, que tem cinco andares, foi construído há cerca de um ano e meio.