Marinha resgata tripulante de navio de bandeira do Tuvalu

JB Online

RIO - Na madrugada do dia de hoje (04 de março), a Marinha do Brasil resgatou um tripulante de 22 anos, ferido a bordo de um Navio-Tanque de bandeira de Tuvalu, ilha localizada no Oceano Pacífico. A Capitania dos Portos do Espírito Santo recebeu o pedido de socorro e alertou o Serviço de Socorro Marítimo do Comando do 1º Distrito Naval (SALVAMAR SUESTE). Atendendo a pedido do SALVAMAR, por volta das 2h, um helicóptero da Marinha decolou de São Pedro da Aldeia com destino a Vitória (ES).

Depois de reabastecer, a aeronave dirigiu-se até o navio que se encontrava a 100 milhas (aproximadamente 200 Km) a oeste daquela capital. Ao chegar no navio, um médico da Marinha desceu a bordo por intermédio de um guincho do próprio helicóptero. Após realizar uma avaliação inicial do paciente e constatada a gravidade do seu quadro de saúde, o tripulante foi içado para a aeronave onde a equipe médica prestou-lhe os primeiros socorros. Às 7h, após o pouso da aeronave em Vitória, o ferido foi transferido para os cuidados de uma equipe médica contratada pelo Armador do navio.

A aeronave empregada na Evacuação Aero-Médica (EVAM) foi um Super Puma (UH-14), da Marinha do Brasil, com sede em São Pedro da Aldeia. Participou do resgate uma equipe composta por 9 militares, incluindo 1 médico e 2 enfermeiras.

A Marinha do Brasil realiza ações de busca e salvamento, conhecidas internacionalmente pela sigla SAR (Search And Rescue), a qualquer pessoa, de qualquer nacionalidade, em situação de risco no mar e em águas interiores, em decorrência de acordos internacionais firmados pelo Brasil.

Em 2008, foram realizados 37 SAR, sendo 12 EVAM. Em 2009 já foram realizados 6 ações de salvamento, sendo 2 EVAM. Os casos mais comuns são decorrentes de embarcações à deriva, desaparecidas ou em situação de possível perigo, colisão de embarcações, pessoas caídas na água (homem ao mar), queda de aeronave na água e tripulantes de embarcações feridos ou com outros problemas de saúde.