SEOP intensificará blitz com bafômetro durante todo o Carnaval

JB Online

RIO - A Secretaria Especial da Ordem Pública, através da Guarda Municipal e da subsecretaria de Operações, vai intensificar as blitzes com bafômetro durante o Carnaval em vários pontos da Cidade. A primeira ação especial para conter a mistura explosiva álcool e direção terminou na madrugada deste sábado. Da Zona Sul à Zona Oeste, 20 bafômetros foram utilizados em operações simultâneas em 12 localidades diferentes.

O teste do bafômetro flagrou seis motoristas que dirigiam alcoolizados (cinco em Campo Grande e um em Copacabana). Eles foram levados para a delegacia e tiveram a carteira de habilitação apreendida. As ações da

Seop, que mobilizaram 36 policiais militares, 72 guardas municipais e 24 reboques, também visaram a coibir o estacionamento irregular. No total, 35 carros e 5 motos foram rebocados e 84 veículos, multados.

Na Lapa, além de aplicar o teste do bafômetro e rebocar carros estacionados em local proibido, o objetivo da equipe integrada por sete agentes da SEOP, 20 guardas municipais e 10 fiscais (Controle Urbano, Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Vigilância Sanitária e

Coordenadoria de Fiscalização de Transporte Urbano) foi coibir

transporte pirata, ambulantes sem autorização e estabelecimentos que

obstruem as calçadas com mesas e cadeiras. Os fiscais vistoriaram 17

bares e restaurantes, rebocaram 5 carros, lacraram duas vans por falta

de documentação e apreenderam um táxi pirata.

Ambulantes sem autorização da Prefeitura para uso de área pública foram orientados a procurar a Inspetoria Regional de Licenciamento e Fiscalização e a recolher suas barracas. Em algumas era vendido

churrasquinho, o que é proibido pela Vigilância Sanitária e pelo Código

de Posturas. Proprietários de estabelecimentos com excesso de mesas e cadeiras e propaganda na calçada ou com condições de higiene

inadequadas também foram advertidos.

A poluição sonora foi outro alvo da equipe de fiscalização, que notificou alguns bares sem permissão para música ao vivo. A operação de

ontem no Centro foi um trabalho de prevenção e orientação da Seop para

manter o controle e evitar a desordem urbana, que acaba atraindo a prática de delitos. Na Lapa, são comuns os assaltos a pedestres e furto de automóveis.

Controle Urbano e reboques atuarão no Carnaval

A Coordenação de Controle Urbano (CCU) mobilizará cerca de 100 homens

por dia para fiscalizar a cidade no Carnaval. A maioria dos fiscais

estará posicionada no Centro e na Zona Sul. Três bases estarão

espalhadas pelo centro. São elas no setor 11, junto ao Centro de Controle da GM e duas barracas brancas que ficarão no Terreirão do Samba e na rua General Caldwel. A Coordenação de Estacionamentos e Reboques da SEOP também montou um esquema especial com oito reboques para trabalhar no entorno do Sambódromo. Outros seis estarão dispostos em pontos estratégicos. A Barra de Guaratiba será atendida com 2 reboques; a avenida Intendente Magalhães, onde se realiza o desfile das escolas de samba dos Grupos D e E, também será assistida com dois reboques. Outros dois ficarão de plantão na Zona Sul. O depósito da rua Benedito Hipólito também será usado de base operacional pela Comlurb e pela Cedae.