Prefeitura de Campos tenta diminuir custeio administrativo

JB Online

NITERÓI - Levantamentos realizados pela secretaria de Controle e Orçamento de Campos dos Goytacazes indicam, até o momento, que devido ao descontrole no governo anterior, os gastos com o custeio fixo na prefeitura são da ordem de R$ 65 milhões/mês.

A informação é do secretário de Controle e Orçamento, Suledil Bernardino, que ressalta que o novo governo trabalha para baixar o custeio, que são os gastos com a folha de pagamento, água, luz, telefone, convênios, parcelamentos de dívidas com o governo federal e Câmara de Vereadores, entre outros. Suledil deu como exemplo a economia de R$ 52 mil/mês com água.

- É um valor expressivo, que precisa ser controlado de forma a possibilitar que a prefeita possa fazer os investimentos prometidos à população - destaca Suledil. Ele explica que o valor do custeio na casa dos R$ 65 milhões não é a cifra total dos gastos mensais da prefeitura. - Muito ainda há de se fazer para chegar ao número final do custeio fixo, como, por exemplo, levantar dados sobre contratos de serviços continuados, bem como custos de aluguéis e tarifas de água e luz dos imóveis alugados.