Policiais do 7º BPM são presos por praticarem homicídio

Lygia Freitas e Paulo Victor Magalhães, JB Online

NITERÓI - Dois policiais do 7º Batalhão da Polícia Militar (São Gonçalo) foram presos na tarde desta quinta-feira, acusados de homicídio qualificado. A prisão preventiva do sargento Cláudio Germano da Silva e do cabo Henry dos Santos Bueri foi decretada pela juiza Patrícia Acioli, da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, atendendo denúncia do Ministério Público. Os dois, que estavam em liberdade e trabalhando normalmente, foram presos em casa e não resistiram. Neste momento, eles estão no Batalhão Prisional da Polícia Militar, em Benfica, Zona Norte do Rio, onde aguardarão julgamento.

De acordo com policiais da 74ª DP (Alcântara), acreditava-se que a dupla teria forjado auto de resistência quando há morte durante confronto em 2004. As investigações levam a crer que trata-se de um homicídio. Os agentes da distrital informaram que a vítima seria um homem, mas o nome, o local e o motivo do crime não foram divulgados. Outros policiais do batalhão estão sendo investigados e podem ser presos.

Oficiais do 7º BPM contam que Cláudio e Henry eram pessoas calmas e que não havia nenhum comentário sobre o crime ou a investigação dentro da corporação. O comandante da unidade, coronel Ricardo Quemento, não foi encontrado para comentar o assunto.