ISP: homicídio doloso cresce 14,6% em 2008

JB Online

RIO - A análise do Instituto de Segurança Pública (ISP) sobre a incidência criminal no Estado referente ao mês de Outubro do ano passado apresenta 39 itens. Destes títulos publicados no Diário Oficial, 6 são atividades policiais; logo, o levantamento corresponde a 33 tipos de crimes avaliados.

Os dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) sobre a incidência criminal no Estado referente ao mês de outubro do ano passado foram divulgados nesta sexta-feira. O número de homicídios dolosos, quando há intenção de matar, cresceu 14,6% com relação ao mesmo período de 2007, com o registro de 557 vítimas, 71 a mais que as 486 de outubro de 2007.

Nos dez primeiros meses de 2008, 4.694 pessoas foram assassinadas no Rio, contra 5.049 registros de janeiro à outubro de 2007, uma redução de 7%. O período de período de janeiro a outubro de 2008 foi o que apresentou o menor número de homicídios dolosos desde 1991 no Estado.

O crime de latrocínio, roubo seguido de morte, teve o maior aumento nos dez primeiros meses de 2008 com relação ao mesmo período de 2007: 28,3%. De janeiro a outubro de 2008 foram 195 vítimas, contra 152 até outubro de 2007. Outros crimes como roubo e furto de veículos, roubo em coletivo, roubo de aparelho celular, roubo de transeunte e lesão corporal dolosa também aumentaram.

Já os índices dos roubos de veículos apresentaram a redução de 12%, o que significa menos 3.216 veículos roubados no Estado. Em 2007 foram 26.795 roubos, contra 23.579 no mesmo período do ano passado. A maior redução foi registrada nos roubos a transeuntes. Em outubro de 2007 foram 60.608 vítimas, contra 60.692 em 2008, cerca de 15% menos.