Hospital de Acari terá atenção especializada para pacientes com dengue

JB Online

RIO - A partir de 2 de fevereiro, o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, abrirá suas portas, 24 horas, para o tratamento de pacientes com dengue. A medida vai de encontro à solicitação do secretário municipal de saúde Hans Dohmann. O atendimento será feito mediante o encaminhamento da rede municipal de saúde, que disponibilizará em seus hospitais um transporte gratuito para aqueles que necessitarem se deslocar.

A unidade disponibilizará 30 leitos para emergência e prevê atender 300 pacientes por dia. Uma equipe de pelo menos 20 profissionais (entre clínicos médicos, pediatras, enfermeiros e técnicos de enfermagem) estará à disposição dos enfermos.

No ano passado, o HMRG foi inaugurado em meio à crise na saúde pública do Rio, por ocasião dos altos índices de infectados pela dengue. Com a experiência adquirida, a unidade reforçou sua estrutura de instalação e passa a oferecer em 2009 uma capacidade de atendimento ampliada.

- Estamos somando forças com a prefeitura para evitar possíveis superlotações nos hospitais, caso haja uma nova epidemia da doença. Estamos confiantes nesse governo que, através dessa medida preventiva, tem grande chance de conter a proliferação do mosquito e evitar novos surtos - afirma o diretor geral do hospital, Wagner Pelegrine.

O HMRG é uma unidade de média complexidade e que atende a pacientes referenciados, ou seja, agendados pelos postos de saúde para atendimento especializado. Cardiologia, ortopedia e neurologia são algumas das 22 especialidades oferecidas na unidade que atende uma média de 19 mil pacientes/mês e realiza cerca de 300 cirurgias eletivas e mil internações, além de 92 mil exames laboratoriais e de imagem, mensalmente. O hospital fica na Av. Pastor Martin Luther King Jr., 10976, Acari.