GM usa bafômetros pela primeira vez em operaçã, quinta-feira na Gávea

JB Online

RIO - No Choque de Ordem realizado pela Secretaria Especial da Ordem Pública (SEOP) no Baixo Gávea na noite da última quinta-feira, 29, foram rebocados 12 veículos e multados 46. Pela primeira vez, guardas municipais usaram o bafômetro em ações deste tipo, e dois motoristas foram reprovados.

- Nosso objetivo é salvar vidas e treinar os guardas a utilizar o bafômetro - ressaltou o secretário de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, lembrando que o governo do Estado doou 20 aparelhos.

A operação - que contou com a participação de agentes da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde - também acolheu moradores de rua e reprimiu ambulantes irregulares e flanelinhas que exerciam ilegalmente a profissão de guardador de automóveis. As equipes fiscalizaram ainda bares e restaurantes do Baixo Gávea, com o BG Bar sendo autuado por acondicionamento inadequado de alimentos e o Braseiro advertido por falta de asseio na manipulação da comida e multado por ultrapassar o limite de mesas e cadeiras na calçada. O Choque de Ordem só terminou por volta das 3h.

Ainda durante a operação, dois flanelinhas que cobravam R$ 10,00 dos motoristas que tentavam estacionar no Baixo Gávea foram encaminhados à 15ª DP por exercício ilegal da profissão. Um deles estava com o filho menor de idade, levado para casa pela avó. Também foi autuado um guardador legalizado mas com crachá vencido. Um morador de rua que dormia num banco da Praça Santos Dumont foi encaminhado para o Abrigo Tom Jobim, na Praça da Bandeira. Fiscais da Operação IpaBacana recolheram com ambulantes da área 370 garrafas de cerveja e 4 de Vodka, 5 caixas de isopor e 2 carrinhos de rolimã.

A operação no Baixo Gávea contou com 20 guardas municipais, 10 agentes da Coordenação de Controle Urbano, 7 fiscais do IpaBacana, 4 policiais militares, 4 (garis) carregadores da Comlurb, 3 fiscais da Vigilância Sanitária e 2 policiais civis, além de 4 reboques e 3 caminhões. Os veículos rebocados foram levados para o depósito da Rua Benedito Hipólito, na Praça Onze.