Operação do Procon autua hotéis Transamérica e Intercontinental

Eliane Nóbrega, JB Online

RIO - Dando prosseguimento à Operação Hotéis, fiscais do Procon-RJ (Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor) autuaram, nesta terça-feira, o Transamérica Flat, na Barra, por venda de produtos com validade vencida. A equipe encontrou no restaurante do hotel cinco sacos de coxinha fora do prazo para consumo (dois sacos estavam abertos), além de nove latas de refrigerantes e dois potes de fermento que estavam igualmente vencidos.

Pela manhã, os fiscais estiveram no Sheraton, onde nenhuma irregularidade foi encontrada. A blitz continua esta tarde em outros hotéis.

Na segunda-feira, primeiro dia da operação, o Procon autuou o Intercontinental, em São Conrado. Foram encontrados na cozinha do estabelecimento produtos com prazo de validade vencidos. Os hotéis autuados têm o direito de recorrer em, no máximo, 10 dias. As multas podem variar de R$ 300 a R$ 5 milhões.

Segundo o coordenador de fiscalização do Procon, Marco Antonio da Silva, a iniciativa visa intensificar a fiscalização de estabelecimentos do setor hoteleiro no período de férias, quando aumentam as reclamações. As ações vão até o próximo dia 23.