Mau cheiro na orla de Copacabana tem data marcada para terminar

Ana Paula Verly, JB Online

RIO - O governador do Estado, Sérgio Cabral, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, o vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando de Souza Pezão, e o presidente da Nova Cedae, Wagner Victer, assinaram na manhã desta terça-feira o contrato para início das obras para a reforma e instalação de equipamentos na elevatória de esgotos de Parafuso, na Avenida Atlântica, Posto 5, na orla de Copacabana.

O objetivo é acabar com o mau cheiro que há décadas incomoda moradores e freqüentadores do bairro. Além das obras previstas para começarem na próxima semana, a Cedae vai formar uma força tarefa - com a Vigilância Sanitária e a prefeitura para fiscalizar as ligações de esgoto principalmente dos hotéis da orla, estabelecimentos comerciais e residências do bairro.

A intenção é identificar possíveis ligações clandestinas que poluam o ambiente e causem mau cheiro.

Depois de Copacabana, Botafogo, Centro e Lapa serão os próximos alvos da fiscalização. O motivo para a escolha dos bairros é a existência de milhares de estabelecimentos que antes eram residências e viraram comércio sem fazer a adaptação na rede de esgoto.