Ex-jogador Friaça foi enterrado na manhã desta terça, em Porciúncula

JB Online

RIO - Centenas de pessoas foram à Câmara Municipal de Porciúncula/RJ, na manhã desta terça-feira, para se despedirem de Friaça, ex-atacante da Seleção Brasileira e autor do gol do Brasil na final da Copa de 1950, no Maracanã, contra o Uruguai, que venceu por 2 a 1 e ficou com o título mundial.

No cortejo até o cemitério municipal, chamou a atenção de todos, a bandeira do Vasco da Gama, clube que Friaça defendeu entre 1943 e 1949 e um bouquet de flores verdes e amarelas, representando as cores da Bandeira do Brasil.

Depois de 45 dias internado, Friaça faleceu na segunda-feira, aos 84 anos, no Hospital São José do Avaí, em Itaperuna, por falência múltipla dos órgãos. Ele deixou a esposa, Maria Helena e dois filhos, Rogério e Maria Inês, além de netos.

O prefeito de Porciúncula, Antonio Jogaib, decretou luto oficial por 3 dias no município. Para os moradores da pequena cidade do Noroeste Fluminense, a lembrança de seu conterrâneo mais ilustre ficará estampada na fachada do estádio municipal Albino Friaça Cardoso, o Friação , como é popularmente conhecido.