Policiamento no Réveillon mobilizará um terço da tropa

Paula Máiran, JB Online

RIO - O policiamento especial no Réveillon do estado - batizado como Operação Presença - vai mobilizar 14.742 dos cerca de 40 mil homens da Polícia Militar. O equivalente a mais de um terço da tropa, 4.213 PMS cuidarão da orla das zonas Sul e Oeste da capital, do Aterro do Flamengo ao Recreio dos Bandeirantes. Só no Leme e em Copacabana ficarão concentrados 1.708 homens, quase dez vezes mais do que os 180 que costumam patrulhar o bairro em um dia normal. Mas nem todos estarão na praia. As favelas da Babilônia e Chapéu Mangueira, no Leme, Ladeira Tabajaras, Cabritos e Pavão-Pavãozinho terão seus acessos e imediações mais vigiados do que o habitual.

De acordo com o Relações Públicas da Polícia Militar, tenente-coronel Rogério Luiz Teixeira Leitão, o policiamento de Copacabana contará com aumento de 42% no número de PMs. Mas isso não se deveria, segundo ele, ao cancelamento das festas no Aterro do Flamengo e em Ipanema, que nos últimos anos promoveram uma maior distribuição da população ao longo da orla.

- Independentemente do cancelamento das festas em outras praias, já havia a intenção prévia de reforçar o policiamento em Copacabana, onde há expectativa de se reunir até 2 milhões de pessoas - explicou o oficial.

Na Zona Sul, além de Copacabana, o Aterro do Flamengo e Ipanema, mesmo sem eventos programados, e a Lagoa Rodrigo de Freitas contarão com a Operação Presença da PM.

Haverá 305 homens no Piscinão de Ramos, um dos principais pontos de queima de fogos e shows na Zona Norte. Assim como haverá ainda o esquema especial na Penha e na Ilha do Governador. A PM também planeja incrementar o policiamento na Praia da Brisa, em Pedra de Guaratiba, na Zona Oeste. Entre os pontos contemplados com o policiamento especial também estará o Pier da Praça Mauá, onde devem aportar três transatlânticos neste Réveillon, com 13.265 turistas.

A operação vai contemplar também as estações ferroviárias, de metrô e barcas, terminais rodoviários e a Rodoviária Novo Rio, a Avenida Brasil, a Linha Amarela e a Vermelha, assim como o Elevado da Perimetral.

A PM vai aumentar ainda a sua presença nos balneários da Região dos Lagos, a Região Oceânica de Niterói, a Ilha de Paquetá, as praias de Sepetiba, Macaé, Angra dos Reis, Itaguaí.

As tropas especiais da PM, como o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e o Batalhão de Choque, estarão de prontidão. Além disso, ao todo, serão empregados 2.020 veículos pela PM, dos quais 64 em Copacabana. O helicóptero do Grupamento Aéreo-Marítimo da PM também poderá ser acionado.