Estado cria o Fundo Estadual da Mata Atlântica

JB Online

RIO - A Mata Atlântica vai receber reforço financeiro a partir do próximo mês, quando entrará em vigor o Fundo Estadual da Mata Atlântica. O anúncio foi feito nesta segunda-feira pela secretária estadual do Ambiente, Marilene Ramos, durante a cerimônia de entrega de equipamentos - entre carros e embarcações - para o Batalhão Florestal e Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), em Niterói.

O Fundo reunirá recursos oriundos de compensações ambientais de grandes empreendimentos e será aplicado integralmente para a recuperação e preservação deste importante bioma.

- A nossa expectativa é de que o Fundo chegue a R$ 100 milhões em quatro anos. Os recursos para o Fundo irão variar de 0,5% a 1,1% do valor total de investimentos feitos pela empresa. A verba será utilizada para a recuperação das Unidades de Conservação do estado como por exemplo os Parques Estaduais dos Três Picos, na Região Serrana, Cunhambebe, entre Mangaratiba e Angra dos Reis e de Ilha Grande, no sul fluminense - disse a secretária.

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, que também participou da cerimônia, destacou a importância da criação do Fundo para a preservação de uma dos mais importantes biomas do país que é a Mata Atlântica.

Além dos carros e embarcações entregues para o Batalhão Florestal e Delegacia de Proteção do Meio Ambiente (DPMA), a Secretaria também adquiriu dois helicópteros. As aeronaves serão destinadas à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros para o combate aos crimes ambientais e serão entregues às respectivas corporações. Os reforços foram adquiridos com recursos de R$ 12 milhões, do Fecam.

Dos sete carros, cinco serão doados para o Batalhão de Policia Florestal e de Meio Ambiente (BPFMA) e dois para Delegacia de Proteção do Meio Ambiente (DPMA). Os veículos serão utilizados em ações por parte dos dois órgãos para combater crimes ambientais.