Palco para o Réveillon em Copacabana só estará pronto no dia 31

Leandro Souto Maior, JB Online

RIO - A chuva que caiu sobre a cidade nos últimos dias ameaçou inviabilizar a montagem total do palco octagonal na Praia de Copacabana, entre as ruas Figueiredo de Magalhães e Santa Clara, e todas as demais estruturas necessárias para a celebração da popular festa de réveillon carioca.

A equipe corre contra o tempo, trabalhando 12 horas por dia. São cerca de 150 profissionais, de especialidades que vão desde iluminação, sonorização e geração de energia, à montagem das estruturas metálicas do próprio palco, das áreas onde ficarão as equipes técnicas e da sustentação dos spots de luz e das caixas de som.

Mesmo assim, a expectativa para o término total da montagem é o próprio dia 31, nem um minuto a menos. Na tarde deste domingo, a iluminação foi instalada, erguida em seus suportes, e passará pelo que a organização chama de calibragem fina na tarde desta segunda-feira. O segundo passo será a instalação do som, que chegou ao local na tarde de ontem para começar a ser testado a partir de amanhã.

Vistoria nas balsas termina nesta segunda-feira

As dez balsas de onde serão disparados os fogos de Copacabana e de Icaraí, em Niterói também ainda carecem de 'retoques finais'. Quase todas foram vistoriadas pela Capitania dos Portos do Rio de Janeiro. Faltava apenas uma, que passará por perícia hoje, junto de outras quatro que apresentaram pequenas irregularidades e serão novamente vistoriadas na mesma ocasião.

Na Praia de Copacabana, serão 24 toneladas de explosivos para um espetáculo de 20 minutos, com o tema Os quatro elementos da natureza.