Aeroporto do Galeão registra atrasos, mas tem movimentação tranqüila

Agência Brasil

RIO - A manhã foi tranqüila hoje (27) no Aeroporto Internacional Galeão/Antonio Carlos Jobim, apesar do grande número de vôos atrasados. De acordo com a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), estatal que administra aeroportos, 28 dos 78 vôos previstos para a manhã apresentaram atrasos, ou seja, 36% do total.

Segundo funcionários da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o motivo dos atrasos é o mau tempo no estado do Rio de Janeiro.

Às 12h15, horário em que a reportagem da Agência Brasil deixou o Galeão, o vôo 3097 da TAM, com destino a Porto Alegre, era o que apresentava maior atraso. Marcado inicialmente para as 10h, o vôo só foi confirmado para as 12h30.

No mesmo horário (12h15), na área de embarque da Gol, apenas o vôo 1996, com destino a Foz do Iguaçu, no Paraná, estava previsto para decolar na hora marcada. O último vôo da manhã, o 1954, com destino a Porto Alegre, previsto para decolar às 11h30, só foi confirmado para as 13h20.

Apesar do grande número de atrasos, o Galeão não apresentava filas nos balcões de check in. A movimentação era pequena e as poucas pessoas que estavam sentadas nos bancos do saguão do aeroporto esperavam por vôos marcados para a tarde deste sábado.

Por volta de meio-dia, Alice Morais aguardava a chamada para o vôo 1880, com destino a Brasília. Apesar de seu vôo, previsto para as 12h50, ainda não estar confirmado, ela mostrava-se tranqüila. Eu não acho que meu vôo vá atrasar. Eu já vim para o aeroporto acreditando que ia pegar meu vôo no horário certo. Agora estou esperando, mas eu acho que vai dar certo, se Deus quiser , afirmou.

No Aeroporto Santos Dumont, que chegou a ficar fechado entre as 8h22 e 9h35, por causa das chuvas, seis dos 23 vôos previstos apresentaram atrasos.