Chuva em Bom Jesus do Itabapoana alaga colégio técnico-agrícola da UFF

JB Online

RIO - As fortes chuvas da madrugada de 19 de dezembro, que causaram inundações em todo o município de Bom Jesus do Itabapoana, no Noroeste do estado, atingiram também o Colégio Técnico-Agrícola Ildefonso Bastos Borges (CTAIBB) da UFF. Os estragos causados pelo transbordamento do rio Itabapoana afetaram o setor agrícola do CTAIBB, causando prejuízos na piscicultura.

A diretora de Administração e Planejamento do colégio, Simone Rosa da Silva Souza, lembra que já ocorreram enchentes como esta nos anos de 1979, 1987, 2005 e 2007. A ocorrência de chuvas fortes é sempre preocupante, porque a região, segundo a diretora, recebe as águas de Minas Gerais, Itaperuna, Santo Antônio de Pádua e Cardoso Moreira.

Porém, nunca estivemos numa situação tão crítica. Nosso prédio administrativo, o refeitório, as salas dos professores, tudo foi atingido pelas chuvas lamentou.

Com o nível da água muito alto, a prioridade foi proteger equipamentos de informática, arquivos, o cofre e o material administrativo.

O problema é que a água sobe muito rápido, e não dá tempo de salvar tudo preocupa-se. A gente tem medo de que chova de novo, pois as salas são pequenas, e não temos para onde levar o que sobrou.

Para amenizar a situação e evitar que as enchentes continuem causando danos ao colégio, o diretor do CTAIBB, professor Fernando Ferrara, esclarece que, em 2007, foi elaborado um projeto para contenção do Rio Itabapoana. O objetivo do plano, ainda a ser acordado com o MEC, a Serla e o Ibama, é fazer com que as águas do rio não invadam o colégio. O diretor diz que os prejuízos no CTAIBB ainda estão sendo avaliados.

Sabemos que é um estrago incalculável. Daqui a um mês, ainda estaremos contabilizando os danos. O que mais dói é ver que muitas pessoas perderam tudo, inclusive suas casas comentou.