Disputa por ponto de prostituição deixa dois feridos na Barra

Eduardo Tavares, JB Online

RIO - Uma provável disputa pelo ponto de prostituição na Avenida Sernambetiba, deixou dois feridos na madrugada desta quarta-feira, no Jardim Oceânico, na Barra.

Reinaldo Batista dos Santos, 35 anos, morador de Duque de Caxias, e Fernando Aparecido Rodrigues, 29, segundo a PM, morador de rua, foram baleados por João Batista Medeiros Lino, 32 anos, morador da favela Rio das Pedras, na Zona Oeste. O acusado tentou fugir mais foi preso por policiais militares do 31º BPM (Recreio), que faziam ronda no local.

- Nossa viatura recebeu a informação que um homem havia feito disparos de arma de fogo na orla. Logo que avistou os PMs, o acusado tentou fugir correndo e jogou seu revólver Taurus, calibre 38 contra uma árvore. Ele foi alcançado e preso pelos policiais contou o major Cláudio Lucas, do 31º BPM (Recreio).

Segundo o major, quando a viatura chegou na altura do Hotel Windsor, as duas vítimas já estavam baleadas no chão. Os dois homens foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge.

De acordo com a PM, as vítimas foram baleadas por João Batista Medeiros Lima após uma discussão num quiosque localizado nas proximidades da Praça do Ó, no Posto 3, conhecido reduto de prostituição da Barra. A briga estaria relacionada à cobrança de taxa para a exploração da prostituição na região.

PMs relataram que João Batista iniciou a discussão com um homem que exploraria prostitutas na área. Reinaldo e Fernando, que seriam ligados ao rival de João, se meteram e foram baleados.

João Batista foi levado para a 16ª DP (Barra) e autuado por tentativa de homicídio. Até o fim da tarde, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) não havia divulgado o estado de saúde das vítimas.